segunda-feira, 26 de junho de 2017

OS PARATYENSES e OS ANGRENSES


Convido os internautas a ler os meus artigos da série Os Paratyenses, no endereço:

http://www.castroassociados.com.br/?page=artigos_list

São perfis sobre personalidades e personagens de Terra de Domingos Gonçalves de Abreu, que já não estão entre nós, com as quais o autor teve o privilégio e a felicidade de conviver, da infância até hoje.

Rua do Fogo, no Bairro Histórico de Paraty, RJ, onde há dezenas de ruas tão ou mais belas,
floridas e bucólicas, quanto esta. Ela integra o Plano Urbanístico da Cidade (Código de Posturas),
o segundo da cidade, do início do Século XIX. O primeiro data do Século XVII.
Paraty foi a primeira cidade planejada do Brasil, por volta de 1660. (Foto: Magali de Oliveira)
___________________________________________________________________

E os artigos da série Os Angrenses, na

Revista do Ateneu Angrense de Letras e Artes - AALA

São perfis sobre personalidades e personagens de Terra de Lopes Trovão, que já não estão entre nós, com as quais o autor teve o privilégio e a felicidade de conviver, da infância até hoje.


Convento Carmo, construído entre 1613 e 1616, à beira-mar, e de frente para o mar, na cidade de Angra dos Reis.
O conjunto é composto pela Capela da Ordem Terceira do Carmo, a Torre Sineira, a Igreja Conventual e o Convento.
A Torre original foi destruída, bombardeada em 1710 pelo corsário francês Jean-François Duclerc.
O atual edifício é resultado de reconstruções feitas no Século XVIII.
(Foto: www.turismovaledocafe.com)
___________________________________________________________________________________










Um comentário: